Líderes no tratamento de roupa,

nos padrões de higiene e na

qualidade dos nossos serviços.

Mensagem do Presidente do Conselho de Administração e do CEO

Sérgio Umbelino

Presidente do Conselho de Administração

sergio e joao umbelino

O Ano de 2022 representou um período marcado pela Guerra na Europa, que não se antevia e que tudo alterou. Este evento de dimensão global, logo após quase 2 anos de pandemia, reforçou um clima de incerteza nos mercados que foram ainda fortemente penalizados pela pressão inflacionista. 2023 continuou no mesmo sentido, com a guerra na Ucrânia, com o ambiente económico incerto e volátil à escala global e com a agravante de, já no final do ano, termos um novo conflito no médio oriente. Portugal, e em particular o Turismo, pareceram em 2023 passar ao lado deste contexto desafiador, tendo mesmo o Turismo batido recordes, impulsionando de forma positiva o desempenho global da economia nacional. Esta aparente bolha não nos deve fazer pensar que tudo seguirá da mesma forma. O contexto internacional (económico e político) é desafiador, os riscos de eventos que impactem a normalidade de forma global são reais e, como tal, não podemos deixar de ter uma enorme ponderação nas decisões estratégicas das nossas empresas.

No Grupo SERLIMA, ao longo dos nossos 42 anos, já superámos várias crises e momentos de incerteza e foi sempre a estabilidade, a ponderação e mitigação de riscos que acabaram por trazer os resultados positivos que temos tido. Como balanço de 2023, podemos dizer que em termos de vendas o crescimento foi de 17%, atingindo vendas agregadas de 84,8 milhões de euros e consolidados de 70 milhões de euros, sendo o EBITDA de 5,2 milhões de euros, ultrapassando pelo segundo ano consecutivo a barreira dos 5 milhões de euros, representando uma margem operacional de 7,8% sobre as vendas. O resultado líquido acabará por ser inferior ao ano de 2022 face ao aumento dos custos financeiros, consequência do aumento das taxas de juro. As operações (Lavandaria, hoteleiras Housekeeping, Trabalho Temporário e Ambiente), continuaram a boa performance de 2022, contribuindo de forma muito positiva os resultados do Grupo quer ao nível do volume de negócios, quer ao nível da rentabilidade global. As áreas não hoteleiras (Limpeza profissional, Lavandaria, Trabalho Temporário Indústria, Ambiente) apesar de terem abrandado o seu crescimento, mantiverem uma contribuição muito positiva para os resultados globais. Em termos mais particulares uma nota muito positiva para o setor das lavandarias que, após o impacto de 2022, conseguiu uma enorme recuperação quer do volume, quer das margens operacionais do negócio. O trabalho efetuado pela equipa de gestão, permite também afirmar com um grau de certeza elevado que as nossas margens estão estáveis, acima da margem média do setor, e que as áreas de negócio onde atuamos, especificidade, pela importância sua e diversidade, acabam por nos dar bastante resiliência às oscilações de mercado. Para as partes interessadas, convém relevar que os resultados apresentados, são o culminar de mais de uma década de recuperação do negócio do Grupo SERLIMA. Representam a enorme competência de todas as nossas equipas, mas também a nossa capacidade de juntar o crescimento e a rentabilidade ao desempenho financeiro. Ao longo dos últimos anos temos vindo a fazer um percurso notável da diminuição da dívida líquida do Grupo SERLIMA, tendo diminuído para múltiplo inferior a duas vezes o EBITDA de 2023. É, sem dúvida, um resultado que nos deve orgulhar e que se deve, sem exceção, a todos os que colaboraram e ainda colaboram no Grupo SERLIMA e nunca será demais salientar que em 2023 chegámos a ser quase 5.500 pessoas no Grupo SERLIMA. Devemos encarar estes resultados como algo que servirá de base ao nosso futuro, ao nosso crescimento, mas também à nossa capacidade de reter talento, de ser mais sustentável, de ser mais socialmente responsável pois são estas condições essenciais ao sucesso de qualquer organização que queira, como nós, augurar um futuro auspicioso para as nossas pessoas. Em termos estratégicos queremos reforçar a nossa posição na Hotelaria, mas queremos também equilibrar os pesos nos negócios das várias geografias e garantir que além da hotelaria temos um conjunto de pilares que são as fundações do Grupo e que garantem o equilíbrio global quando algum dos pilares não corresponderem. A pandemia acabou, mas não no esquecemos do forte impacto nas nossas pessoas e na nossa atividade. O futuro deve ser ambicioso, mas programado com ponderação e muita precaução, precisamos de garantir que continuamos a ter uma rápida capacidade reação, adaptação e de ajuste aos vários cenários que podem acontecer. Queremos crescer, queremos criar mais emprego, queremos ser mais e melhor SERLIMA e queremos continuar a fazer crescer esta que é também a nossa Família, a Família SERLIMA.

O mercado e a gestão de recursos humanos estão dinâmicos e a necessidade de inovar, de criar relação, de passar os valores SERLIMA serão fundamentais como forma de manter e atrair talento. A toda a nossa equipa de gestão dizer que apesar dos níveis de crescimento acelerado que tivemos nos últimos anos, apesar da ambição que temos no nosso futuro, o Grupo deve ser gerido de forma enquadrada com os valores da sua fundação, valorizando as pessoas, enfatizando o espírito familiar, mas gerida de forma extremamente profissional, só assim podemos continuar a construir algo duradouro, marcante e que seja inter geracional tal como já hoje é. Aos nossos clientes, fornecedores, acionistas e restantes órgãos sociais, o nosso obrigado. Por fim, a todos os nossos colaboradores, dizer-vos que é um orgulho enorme poder contar convosco para nos ajudarem a levar a SERLIMA mais longe, sem o vosso empenho, resiliência e dedicação, não seria possível todo o reconhecimento que nos é dado pelos nossos clientes.